de de

Confira 5 lições para não engordar

Algumas dicas são fundamentais para um regime bem feito. Foto: Getty Images

Vamos combinar que é impossível viver de regime. Mas claro, também não dá para ficar infeliz com o próprio peso. Você pode sim fazer as pazes com o espelho ao adotar alguns hábitos que fazem toda a diferença na balança e não tiram o seu prazer à mesa. Gostou? Então, siga estas dicas supersimples e comemore os resultados.


Lição 1 - Fique atenta ao consumo de calorias
É só por meio de um déficit calórico que o organismo vai usar as gorduras armazenadas no corpo (geralmente na nossa cintura) para produzir a energia fundamental às necessidades calóricas do dia - para manter o peso, uma mulher adulta precisa de cerca de 2.000 calorias diárias e se consumir menos do que esse total vai conseguir emagrecer.

"Para que ocorra um processo de emagrecimento saudável é importante também ter muita atenção à porção de alimentos ingeridos, que devem ser adequados individualmente para suprir às necessidades nutricionais e não somente calóricas. Na prática, isso significa que é preciso variar os produtos e montar refeições bem coloridas", explica a nutricionista Roseli Rossi (SP).


Lição 2 - Aumente o número de refeições
Ao comer entre cinco e seis vezes por dia, o metabolismo fica acelerado e, conseqüentemente, acontecerá queima calórica diária. "Estima-se que dessa forma pode-se aumentar em até 10% o gasto energético total de uma pessoa. Já ao contrário, quando ocorre um jejum prolongado, o organismo tem maior facilidade de acumular gorduras como defesa, a fim de utilizá-las como forma de energia quando for necessário", alerta Roseli, que completa: "Também não podemos esquecer que em momentos de jejum prolongado o risco de se exceder na quantidade de alimentos na refeição seguinte é muito maior".

Lição 3 - Fuja das gorduras
Isso não significa apenas ficar longe das frituras, mas também de produtos formulados com essa danadinha. É o caso da manteiga, pães folhados (tipo croissant), congelados, enlatados e embutidos. "É bom ficar atenta especialmente às do tipo saturada e as trans, que são altamente oxidativas e inflamatórias, responsáveis pelo aumento do colesterol ruim e acúmulo de plaquetas nas artérias, elevando os riscos de desenvolver doenças cardiovasculares. Além disso, sabe-se que a densidade calóricas das gorduras é bastante superior a de outros macronutrientes, pois ela possui 9 calorias por grama ao passo que o carboidrato e a proteína têm apenas 4 calorias por grama", calcula Paula.

No entanto, gorduras 'boas', ou seja, as insaturadas, monoinsaturadas e poliinsaturadas, devem ser incluídas no cardápio diário porque elas ajudam a reduzir o colesterol ruim e auxiliam na saúde do coração.


Lição 4 - Consuma frutas
Essas delícias são riquíssimas em nutrientes, como vitaminas, minerais e substâncias bioativas, que trazem inúmeros benefícios ao organismo. Porém desde que consumidas de maneira e em quantidade adequadas e fracionadas ao longo do dia - não vale comer uma porção enorme de salada de frutas ou uma vitamina caprichada de uma vez e depois não ingerir nada ou, pior, consumir uma fruta hoje e outra na semana que vem. "Dessa forma até mesmo frutas consideradas bastante calóricas, como abacate, pode ser ingerido, desde que com moderação", afirma Paula.

Outra grande vantagem de consumir frutas é que elas são ótimas alternativas para a fominha fora de hora e, principalmente, servem como substitutas para o chocolate e outras sobremesas industrializadas, cheias de açúcar e gordura. Sem contar que elas podem ser incrementadas com adoçante próprio para ir ao fogo, canela, cravo ou anis estrelado e colocadas no forno ou acompanhadas com uma calda light para aplacar a gula de doce.


Lição 5 - Faça da salada sua melhor amiga
Além de contribuir para a hidratação do corpo, por possuir uma grande quantidade de água, as saladas ainda ajudam na qualidade da digestão. Mas não pense que trocar uma refeição equilibrada, com uma porção adequada de carboidratos, por um prato lotado de alface e um grelhado é saudável. Quando isso acontece, a tendência de uma compensação na próxima refeição aumenta.

0 comentários:

Postar um comentário

Sua Opinião é Essencial para fazer do Blog cada vez Melhor.